Dedé Rodrigues – Vamos abraçar Manu

Dedé Rodrigues – Vamos abraçar Manu

VAMOS ABRAÇAR MANUELA

Cordel de Dedé Rodrigues de Tabira – Pernambuco

Vamos abraçar Manu

Do Sertão à capital

Do Norte ao Sul do país

Todos com o mesmo ideal:

De por fim a opressão

E libertar a nação

Da sanha neoliberal.

 

Manu receba um abraço

Da mulher pernambucana:

Das operárias das fábricas,

Das camponesas da cana.

Das sertanejas moldadas

Que têm as mãos calejadas

Da rama da gitirana. 

 

Vamos abraçar Manu

Em nome da esperança

Pela paz e o progresso

Por mais creches pra criança.

Vamos tecer com paixão

Um projeto de nação

Fruto d’uma grande aliança.

Vamos abraçar Manu

Por uma nova independência,

Que torne essa pátria livre

Da pobreza e da carência.

Por uma nova educação

Que traga a libertação

Forjada da consciência.

 

Vamos abraçar Manu

Pelas lutas e conquistas

Das mais “lindas das mulheres:”

Nossas bravas feministas.

Manu é mais consciência

Que alimenta a resistência

Contra um monte de machistas. 

 

Vamos abraçar Manu

Sinônimo de  liberdade,

De justiça para todos

Da  luta por igualdade.

Manu é a democracia

Vencendo a plutocracia

P’ra o bem da sociedade.

 

Vamos abraçar Manu

contra essa onda fascista

Que alimenta os incautos,

Forma embriões de nazistas.

Abaixo a  homofobia!

Com ideia e valentia 

Vamos vencer os racistas.

 

Vamos abraçar Manu

Pra combater o rentismo,

Que paralisa o país

E joga a pátria num abismo.

É hora da produção

Libertar  essa nação

Presa do livre cambismo.

 

Vamos abraçar Manu

Contra o Estado de Exceção

Que retirou os direitos,

E vende a nossa nação.  

E joga um grande país

Nas mãos de um só juiz

Que destrói a produção.

 

Vamos abraçar Manu

Por um Estado mais forte

Que desenvolva a nação,

Lhe dando um novo suporte.

Vamos vencer o regresso!

 Manu pra nós é progresso

É rumo, é prumo e é norte.

 

 Vamos abraçar Manu

Contra o neoliberalismo

Que divide a nossa classe,

Com o vírus do egoísmo.

Queremos  mais igualdade

Uma nova sociedade!

Um novo socialismo!  

 

Receba também Manu

Um saudoso e grande abraço

Do Líder João Amazonas,

Dos rebeldes do Cangaço.

Dos heróis desse partido

Que lutariam contigo

Forjados tal como aço.

 

Manu receba um abraço

De quem fez revolução:

Do Arroio, do Pomar

De  Drumond e Osvaldão.

De Grabóis,  Lúcia e Callado

De Divino,  executado, 

Guilhardine e Rui Frasão.

 

Manu receba também

Dos heróis desse torrão:

Um Abraço de Henrique Dias,

De Filipe Camarão

Um outro de Frei Caneca

Que segurou a peteca,

André Vidal e João.

 

Receba um igual abraço

Do nosso Lúcio Monteiro

D’outro bravo camarada,

Como Marcelo Medeiros.

De Fernando Santa Cruz

Que brilha como uma luz

Inspirando os brasileiros.

 

Manu receba um abraço

Dessa brava militância

Que não abre mão da luta

No combate a intolerância.

Firmes num só ideal…

Neste mundo desigual

Empestado de ganância.

  

Por fim receba Manu

Dessa brava direção

Um abraço e o apoio

Sem nenhuma objeção.

Seja bem-vinda ao Estado

Que tem papel destacado

Na História da nação.

 

 

Bem-vinda a Pernambuco Manuela D’Ávila!