Deputados homenageiam Eduardo Campos e Pedro Valadares

Deputados homenageiam Eduardo Campos e Pedro Valadares
Dudusolene

Dudusolene

A Câmara dos Deputados realizou sessão solene nesta terça-feira (2), em homenagem aos ex-deputados Eduardo Campos e Pedro Valadares, que morreram no último dia 13 em acidente aéreo ocorrido em Santos (SP). Eduardo Campos era o candidato do PSB à Presidência da República e Valadares era assessor da campanha do PSB.

A sessão solene foi aberta com a exibição de um vídeo sobre a trajetória políica de Eduardo Campos. A deputada Luciana Santos (PCdoB-PE) foi quem falou em nome do Partido. Ela agradeceu a líder da legenda, Jandira Feghali (RJ), de dar a ela – conterrânea, ex-assessora e amiga pessoal de Eduardo Campos – a oportunidade de falar em nome do PCdoB na homenagem aos ex-deputados. “Para mim era impensável imaginar que um dia falaria numa sessão com esse caráter, e lhes digo que não é sem uma grande tristeza que faço esse pronunciamento”, disse.

“Lamentável sua partida de forma tão trágica e tão precoce. Mas ficará em nossa lembrança, sempre, todas as boas lembranças e as características marcantes que fizeram dele uma pessoa tão especial. Gostaria de lembrar dele, no âmbito da política, com uma frase de Barbosa Lima Sobrinho que ela gostava muito de utilizar: ‘No Brasil só existem dois partidos: o de Tiradentes e o de Silvério dos Reis. Eu pertenço ao primeiro’”, discursou a amiga e política pernambucana Luciana Santos.

Discursos e placas

A sessão solene aconteceu no Auditório Nereu Ramos, devido à reforma do plenário Ulysses Guimarães. A sessão, reuniu familiares e amigos dos dois ex-deputados, seguiu o rito tradiconal. Foi aberta com a execução do Hino Nacional e a exibição de um vídeo contando a história de Eduardo campos.

Ladeado pela mulher – Renata – e a mãe de Educardo Campos – Ana Arraes, o presidente da Câmara, deputado Henrique Alves (PMDB-RN) falou sobre a tragédia que interrompeu a trajetória dos dois jovens ex-parlamentares. Fez elogios a atuação política dos dois, destacando a aproximação deles na campanha eleitoral.

E encerrou sua fala clamando a todos para que “nossas palavras, atos e compromissos estejam à altura dos sonhos internados por eles.” Após sua fala, Henrique Alves entregou placa de homenagem aos familiares ao som de pot-pourri de músicas nordestinas.

O filho de Pedro Valadares, Rodrigo Valadares, em poucas palavras, agradeceu a homenagem e repetiu as palavras de Eduardo Campos, disse: “Não vamos desistir do Brasil”. A víuva de Eduardo Campos, Renata Campos, também agradeceu a homenagem em rápidas palavras. “Um homem que tem ideiais e sonhos não morre nunca e Euardo é um desses homens. Continuarei firme na sua luta e não vamos desistir do Brasil”, disse Renata.

Todos os líderes partidários falaram em homanegem aos dois ex-colegas. E os oradores destacaram que, apesar da sessão ser de homenagem aos dois ex-deputados, as outras vítimas do trágico acidente que levou Valadares e Eduardo – Carlos Percol, Marcelo Lyra e Alexandre Severo – foram lembradas. “Mais que profissionais respeitados que desfrutavam da total confiança de Eduardo, eram amigos e companheiros queridos. Gostaria de dizer às suas famílias que eles sempre serão lembrados com amizade, carinho e respeito”, disse Luciana Santos.

Histórico

Eduardo Campos era filiado ao PSB desde 1990, foi eleito deputado federal três vezes, entre 1995 e 2007, e ocupou a liderança do PSB em três ocasiões. Um dos projetos de sua autoria, que ainda tramita na Câmarados Deputados, é o projeto que estabelece normas restritivas de gastos, mecanismos de transparência e punições voltadas para responsabilidade em campanhas eleitorais.

Já o ex-deputado Pedro Valadares era sobrinho do senador Antonio Carlos Valadares e primo do deputado federal Valadares Filho, ambos de Sergipe. Nascido em Simão Simas (SE) em 1965, foi deputado federal entre 1991 e 2003. Também assumiu mandato em 2008 e em 2010, como suplente.

Texto – Márcia Xavier