Durante Semana da Enfermagem Luciana reivindica aprovação da jornada de 30h

Durante Semana da Enfermagem Luciana reivindica aprovação da jornada de 30h
resize 1368821870
resize 1368821870
Sr. Presidente, nesta semana em que o Brasil comemora a Semana da Enfermagem, na mesma linha do que disse a Deputada Carmen Zanotto, e até por ocasião do dia 12 de maio, o Dia Internacional da Enfermagem, eu gostaria de dar como lida minha homenagem a todos os profissionais e as profissionais dessa área.
 
Quero reafirmar que continuamos firmes na defesa das 30 horas para a enfermagem, um projeto vital para a categoria, estratégico para a qualidade do nosso SUS e do sistema de saúde brasileiro como um todo.
 
Meu abraço ao COFEN, aos Conselhos Regionais e aos sindicais de enfermagem. Parabenizo, em especial, o COREN/Pernambuco, na pessoa da Dra. Simone Diniz, sua Presidenta, pela qualidade do trabalho realizado e pela inovação da semana de atividades, que, até o dia 23, contemplará vários Municípios com debates estratégicos para o exercício da profissão e para a construção da cidadania.
 
Muito obrigada.
 
PRONUNCIAMENTO ENCAMINHADO PELA ORADORA
 
A SRA. LUCIANA SANTOS (PCdoB-PE. Pronuncia o seguinte discurso.) – Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, o dia 12 de maio, internacionalmente definido como Dia da Enfermagem, foi escolhido em homenagem ao marco de nascimento de Florence Nightingale, enfermeira dedicada e responsável pela criação da primeira Escola de Enfermagem secular do mundo, na Inglaterra, em 1860.
 
No Brasil comemora-se de 12 a 20 de maio a Semana da Enfermagem, quando se homenageia, também, a brasileira Ana Néri, pioneira da Enfermagem no Brasil, heroínas brasileira que tem seu nome justamente gravado no livro dos Heróis da Pátria, depositado no Panteão da Liberdade e da Democracia, aqui em Brasília.
 
Assim como Néri temos homens e mulheres que dedicam cotidianamente sua atenção e seu cuidado à assistência na saúde desse país. Essas pessoas reivindicam dessa casa uma jornada de trabalho justa, que lhes garanta prestar um serviço adequado e lhes permita o repouso necessário diante de tarefa tão árdua e desgastante.
 
Desde 2000 tramita nesta Casa o PL 2295, que regulamenta a jornada de trabalho dos profissionais de Enfermagem. Nós precisamos resolver essa questão, votar e aprovar e esse projeto que vai regulamentar a vida de 1 milhão e 400 mil profissionais da categoria que merecem ser valorizados e ter asseguradas as condições de trabalho e de qualificação que garantam uma prática assistencial segura para profissionais e usuários dos serviços de saúde.
 
A Organização Internacional do Trabalho (OIT) da Organização das Nações Unidas (ONU) recomenda a jornada de 30 horas semanais, argumentando que é o melhor para pacientes e trabalhadores da saúde do mundo inteiro. O DIEESE já atestou que existe viabilidade financeira para implantação do projeto. É hora dos parlamentares votarem o projeto e transformar em lei essa justíssima reivindicação. Seguimos juntos. Firme na luta!
 
Obrigada.