Em Minas Gerais, Dilma anuncia R$ 1,6 bilhão para cidades históricas

Em Minas Gerais, Dilma anuncia R$ 1,6 bilhão para cidades históricas
thumbnail_1377004321.jpg

thumbnail_1377004321.jpg

Também será anunciada uma linha de crédito de R$ 300 milhões para financiar obras em imóveis particulares localizadas em 105 cidades com áreas tombadas pelo Iphan

resize_1377004321.jpg

A presidente Dilma Rousseff anuncia hoje (20/08), em São João Del Rei (MG), a seleção de projetos contemplados com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas. Ao todo, R$ 1,6 bilhão  poderão ser investidos na recuperação e revitalização das cidades, restauração de monumentos e para o desenvolvimento econômico e social e suporte a cadeias produtivas locais. 
 
A deputada Luciana Santos, ex-prefeita de Olinda, faz parte da comitiva da presidente. Também estarão presentes o atual prefeito de Olinda, Renildo Calheiros, e o vice-prefeito do Recife, Luciano Siqueira. 
 
O programa foi criado para desenvolver e proteger o patrimônio e tem 44 cidades de 20 estados incluídas nessa etapa. Os recursos poderão ser investidos na recuperação e revitalização das cidades, restauração de monumentos e para o desenvolvimento econômico e social e suporte a cadeias produtivas locais.
 
Além de R$ 1,6 bilhão em investimentos, também será anunciada uma linha de crédito de R$ 300 milhões para financiar obras em imóveis particulares localizadas em 105 cidades com áreas tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).
 
Escolhida para o anúncio, São João Del Rei vai receber R$ 550 mil para sinalização turística, segundo informações da prefeitura. Também estão na lista do PAC Cidades Histórica os municípios de Olinda e Recife(PE), João Pessoa (PB), São Luís (MA), Belém (PA), São Miguel das Missões (RS), Corumbá (MS) e São Luiz do Paraitinga (SP).
Com informações do portal do Ministério do Planejamento. 
Foto de destaque: Jan Ribeiro – Pref. de Olinda