Em nota PCdoB estimula participação em mobilizações

Em nota PCdoB estimula participação em mobilizações

Brasil, 7 de março de 2016.

 

Prezados/as camaradas,

Os acontecimentos da última semana ampliam os riscos e as ameaças à democracia e ao prosseguimento legítimo do Governo da Presidenta Dilma.

A “condução coercitiva” de Lula, alguns de seus assessores e familiares, na manhã da última sexta (4 de março), é um fato de extrema gravidade.

Nossa reação deve ser imediata e voltada a mobilizar a militância, esclarecer o povo e resistir ao golpe.

Em nota aprovada na manhã de 4 de março, a Comissão Política Nacional faz um chamado à mobilização da militância: “É hora de mobilização, luta e vigília de todos os democratas, de todas as forças vivas do povo e dos trabalhadores. É hora de indignação, de tomada de posição em defesa da democracia e do ex-presidente Lula, maior líder e estadista do Brasil contemporâneo, conforme é dito pelo povo em reiteradas pesquisas de opinião.”

A Frente Brasil Popular se reuniu em caráter emergencial e propôs um calendário de mobilizações por todo o país, às quais a militância do PCdoB deve se engajar.

Compõe esse calendário:

– 8 de março (terça) – Dia Internacional da Mulher: estão previstas mobilizações em todo o país organizadas pelo movimento feminista e serão reforçadas com a participação da Frente Brasil Popular e com a incorporação da pauta da defesa da democracia e a solidariedade a Lula.

– 18 de março (sexta) – Dia nacional de mobilização contra o golpe e em defesa da democracia. Nos próximos dias acontecerão plenárias preparatórias da Frente Brasil Popular em todos os estados com o objetivo de preparar às mobilizações.

– 31 de março (quinta) – Ato nacional unificado em Brasília (Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo).

Convocamos nossa militância a se engajar nesta decisiva jornada para os interesses do povo e da Nação.

Saudações comunistas, firme na luta!

Luciana Santos – Presidenta Nacional do PCdoB