Encontro do PCdoB, em São Paulo, debate políticas culturais

Encontro do PCdoB, em São Paulo, debate políticas culturais
thumbnail_1373571090.jpg

thumbnail_1373571090.jpg

 A articulação e formulação da política do PCdoB para a área cultural são objetivos do 1º Encontro Nacional de Gestão e Produção Cultural, que ocorrerá nesta sexta (12) e sábado (13)

resize_1373571090.jpg

A articulação e formulação da política do PCdoB para a área cultural são objetivos do 1º Encontro Nacional de Gestão e Produção Cultural, que ocorrerá nesta sexta (12) e sábado (13) em São Paulo.

‘Fomentar o debate em torno de uma política para área cultural, nortear as atividades das gestões comunistas, bem como a participação da frente cultural no processo do 13º Congresso Nacional do PCdoB’. Esse será o mote do 1º Encontro Nacional de Gestão e Produção Cultural, que ocorrerá nos dias 12 e 13 de julho, na sede do Comitê Central do PCdoB, em São Paulo. “Cultura deve ser vista como um vetor de desenvolvimento“, diz Javier Alfaya, coordenador do Coletivo Nacional de Cultura do PCdoB.

Alfaya define qual o significado desse evento na atual conjuntura. Depois das últimas eleições municipais crescemos significativamente e isso se deu em áreas como a educação e a cultura , que em boa parte do país funcionam administrativamente juntas. Segundo ele, “o 1º Encontro Nacional de Gestão e Produção Cultural terá como objetivo estimular e ao mesmo tempo organizar a participação da militância do Partido, bem como de intelectuais e lideranças, e convidá-los a refletir em torno do tema. Essa reflexão também terá como foco construir o espaço no 13º Congresso do PCdoB”.

O dirigente acrescentou que “todos os encontros relacionados a essa temática abriram no Partido espaços para que se desenvolvesse uma proposta que entendesse a cultura como uma categoria essencial do Plano Nacional de Desenvolvimento. Dessa forma, realizar esse encontro tem como um dos principais objetivos pensar este setor e propor, deliberativamente, formas que entendam e atendam a atual conjuntura da cultura, sobretudo seu papel nas cidades”, explica Alfaya.

Público – Alfaya menciona a militância que tem atuado no setor ou áreas afins (educação), tais como integrantes das administrações estaduais e municipais, assim como nos  conselhos  e / ou que  atuem nas inúmeras esferas da cultura, seja no jornalismo cultural, passando pelos pontos de cultura, museus, arquivos, universidades, empresas produtoras, grupos de artistas, pesquisadores até os  artistas individuais.

Não há necessidade de inscrição prévia para participar!

 PROGRAMAÇÃO:

SEXTA – 12/07

19h30 | ABERTURA: “CULTURA E POLÍTICA, IDEIAS PARA UM PROJETO NACIONAL“

Palestrantes: Prof. Celso Frederico (Escola de Comunicações e Artes da USP) e Jorge Mautner (compositor, cantor, poeta e escritor). Coordenação: Adalberto Monteiro (presidente da FMG), Javier Alfaya (Coletivo Nacional) e Tininha Petta (Coletivo Nacional, São Paulo).

SÁBADO – 13/07

9h | MESA REDONDA: “BALANÇO DA POLITICA CULTURAL E DESAFIOS ATUAIS. MARCAS DA GESTÃO DO PCDOB. PROPOSTAS “

Palestrantes: Juana Nunes (Diretoria de Educação e Comunicação para a Cultura do MINC); Altamiro Borges (Instituto Barão de Itararé, mídia democrática); Marlene Alves (Secretaria de Cultura de Campina Grande ); Alexandre Santini (Pontos de Cultura) , Rosana Alcântara (diretora da ANCINE) , representação da UNE,  Instituto CUCA UNE.

14h30 | MESA REDONDA: ” CONFERENCIA NACIONAL DE CULTURA. ATUAÇÃO NAS ENTIDADES E ORGANIZAÇÕES SOCIAIS. ARTICULAÇÃO PARTIDÁRIA – COLETIVOS NACIONAL E LOCAIS. CONGRESSO DO PCdoB”

Palestrantes e Coordenação: Javier Alfaya (Coletivo Nacional); Representantes da Comissão de Organização e da Comissão de Movimentos Sociais do Comite Central, , representação da UNEGRO, UJS,CTB e CONAM.

Objetivos: melhorar a articulação e formulação política do partido para área cultural; nortear nossa atividade nas gestões municipais e estaduais e orientar a participação da frente cultural no processo do Congresso Nacional do PCdoB.

Público convidado: militantes dos coletivos de cultura ; responsáveis partidários pela área cultural; integrantes de conselhos de cultura; gestores nas áreas federal, estadual e municipal; artistas ;produtores culturais;professores ;pesquisadores ; diretores da Fundação Mauricio Grabois nos estados ; dirigentes de entidades como a UNE, UBES , CTB, CONAM ,UNEGRO, UBM E UJS .; intelectuais, jornalistas e artistas interessados em conhecer nossa atividade cultural/partidária .

Informações, inscrições e infra estrutura:
Orientamos a inscrição pelo site www.fmauriciograbois.org.br;
Informações: grabois.rose@gmail.com; fmg@grabois.org.br (Rose ) e jalfaya65@gmail.com (Javier)
Tel : (11) 33 37 15 78 (Rose).
As despesas ficam por conta integralmente dos participantes.
Sede nacional: Rua Rego Freitas, 192 São Paulo – SP CEP 01220-010

Viva a Cultura Brasileira !!

Saudações Socialistas e Culturais

Javier Alfaya (Coletivo Nacional de Cultura )
Adalberto Monteiro (Presidente da Fundação Mauricio Grabois)

Com Informações da Fundação Maurício Grabois