Garanhus abre as portas para a Cultura

Garanhus abre as portas para a Cultura
thumbnail_1374163672.jpg

thumbnail_1374163672.jpg

23ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns tem início nesta quinta (18)

resize_1374163672.jpg

No mês de julho a cidade das flores se transforma em cidade da cultura. Tem início nesta quinta-feira (18) a 23ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns. Reunindo música popular e erudita, cinema, artes cênicas, literatura, design, moda, fotografia e artesanato, o festival segue até o dia 27 com oficinas, mostras e intervenções artísticas, distribuídos em terá 11 polos com atrações locais, nacionais e internacionais. Toda programação é gratuita.

O festival se propõe a realizar uma verdadeira “virada cultural“ com programação que começa logo cedo e segue até o dia raiar.  A programação diária segue com a abertura do Palco da Cultura Popular (a partir das 10h, no Centro de Garanhuns) e emenda com as atrações de dança, circo e teatro do Parque Euclides Dourado. Em paralelo, acontecem mostras de circo que encantam todas as gerações. O público também poderá conferir uma a mostra de música erudita na igreja e os shows de música instrumental, no charmoso Parque Ruber Van Der Linden, conhecido como Pau Pombo.

O festival de inverno de Garanhuns já é conhecido por brindar o publico com grandes nomes da música brasileira. E este ano não será diferente. Já na abertura estarão Naná Vasconcelos e Ney Matogrosso. Ainda passarão por lá nomes como Caetano Veloso, Zeca Baleiro, Elba Ramalho,  Mart’nália, Arlindo Cruz, entre outros.

CÊNICAS E AUDIOVISUAL – No Teatro Luiz Souto Dourado ou no Pavilhão de Dança e de Teatro para a Infância, no Parque Euclides Dourada, o FIG apresenta uma intensa grade de artes cênicas, trazendo o Grupo Galpão (BH) com Os gigantes da Montanha; show Dama Indigna, de Cida Moreira (SP) e Viúva, porém honesta, do Grupo Magiluth (PE). Já o Cine Eldorado exibe filmes pernambucanos premiados, entre eles, Rio Doce CDU, de Adelina Pon tual, e O som ao redor, de Kléber Mendonça. 

LITERATURA – A Praça da Palavra sedia o I Encontro Internacional de Literatura Cartoneira que vai reunir cartoneiros – os quais fabricam livros em sistema colaborativo com catadores de papelão – do Brasil, França, Argentina, Bolívia e Portugal.

Confira a programação completa AQUI.

 

 Com informações do portal do Festival.