Grupo de Experimentos em Artefatos 3D da UFPE inaugura laboratório de prototipagem rápida

Grupo de Experimentos em Artefatos 3D da UFPE inaugura laboratório de prototipagem rápida

O laboratório de prototipagem rápida Grea3D, ligado ao Departamento de Expressão Gráfica, foi inaugurado na segunda-feira (5), com apresentação de projetos, no Centro de Artes e Comunicação (CAC) da UFPE. O espaço foi viabilizado por emenda parlamentar da deputada Luciana Santos, no valor de R$ 200 mil. O valor foi utilizado para a compra de uma cortadora a laser e na aquisição de computadores, mobiliário e impressora 3D. No setor de ensino público o laboratório é o primeiro de Pernambuco e possibilitará um intercâmbio com outras universidades públicas do estado.

“Não há como pensar num país soberano sem o avanço tecnológico. Por isso a importância da ciência e tecnologia. A grande moeda do mundo é o conhecimento, que pode levar à autonomia e o sentido de liberdade. Por isso me entusiasmo ao ver a pratica da inovação numa universidade que sempre foi um patrimônio nesse país, sendo pública – e devemos lutar para que continue assim”, disse Luciana.

Além do apoio da deputada, o laboratório do Grupo de Experimentos em Artefatos 3D (Grea3D) contou também com recursos da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe), Pró-Reitoria para Assuntos de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesq) e Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proexc).

De acordo com a professora Letícia Mendes, coordenadora do laboratório, o objetivo do local é oferecer instrumentos para concretizar projetos, por meio da tecnologia aditiva da impressora 3D e da tecnologia subtrativa da cortadora a laser (bidimensional). Ele será usado no ensino, pesquisa e extensão, exclusivamente para fins acadêmicos. “O espaço funciona para capacitar os alunos neste novo nicho de mercado”, explicou.

Também fazem parte da equipe os professores Auta Luciana Laurentino, Pedro Martins Aléssio e Sadi da Silva Seabra Filho. É possível fazer agendamento para uso dos equipamentos no site do Grea3D, onde há um formulário para pedido de orçamento. O uso não é restrito ao CAC. Interessados de qualquer centro da UFPE podem ter acesso. O valor, depositado na Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da UFPE (Fade UFPE), será revertido para o próprio laboratório.

HISTÓRICO – O laboratório Grea3D surgiu da necessidade didática de pesquisas desenvolvidas em disciplinas e projetos de iniciação científica envolvendo temas como prototipagem e fabricação digital, sistemas generativos de projeto, robótica, modelagem paramétrica, entre outras disciplinas em que a prática pedagógica seria enriquecida com um laboratório dotado de equipamentos de automação no processo de projeto.

Da assessoria;
Com informações da Agência de Notícias da UFPE