Josildo Sá “Cantando para o Mundo” o seu “Bê a Bá”

Josildo Sá “Cantando para o Mundo” o seu “Bê a Bá”
thumbnail_1369925352.jpg

thumbnail_1369925352.jpg

Artista lançou box comemorativo na Galeria Sítio da Trindade, nesta quarta-feira, 29.

resize_1369925352.jpg

Comemorando 15 anos de carreira, o cantor e compositor pernambucano Josildo Sá se apresentou na Galeria Sítio da Trindade, em Parnamirim, nesta quarta (29). Além de celebrar a da­ta, o show marcou o lançamento do box comemorativo “Cantan­do para o Mundo”, organiza­do pela Passa Disco, que reúne os dois primeiros CDs gravados por Josildo, “Virado Num Paletó Véio” (1999) e “Coreto” (2004). 
 
“Na época em que foram lançados, só foram feitas mil cópias de cada um. Eu ainda não era tão conhecido. É o mo­men­to das pessoas conhecerem melhor minha carreira”, explica. O repertório é formado por músicas como “Forró do Sertão” e “Bê a Bá”. “Já comecei, modéstia à parte, com qualidade. Com excelen­tes músicos e compositores ao meu lado”, declara o músico. 
 
Em clima de festa junina, o show contou com a participação de convidados especi­ais, como Maciel Melo, Lula Queiro­ga e Zé Brown. “Vai ser uma prestação de contas da mi­nha trajetória. É um mo­do de agradecer a to­do mundo que colaborou para o meu trabalho”, confidencia. No set list, além de canções do box, músicas de trabalhos posterio­res e de um futuro disco com iné­ditas, que será gravado a­in­da este ano. “Estou reviven­do o passado, contando mi­nha história e mostrando o que vem para o futuro”, afirma.  
 
HISTÓRIA
 
Natural da cidade de Floresta, Josildo começou sua trajetória profissional na década de 1990. “Há influência genética. Sou filho de músico. Cresci ouvindo os aboios de vaqueiros e animando as festas da fazenda onde nasci”, diz. Além dos trabalhos voltados ao forró, o artista também prestigia outros ritmos brasileiros. Em 2008, ele lançou o álbum “Samba de Latada”, em parceria com o paulista Paulo Moura. “Conheci Paulo quando um amigo pediu que eu o ciceroneasse no Recife. Enquanto eu dirigia, coloquei meu CD para ele ouvir. Ele começou a fazer observações e se ofereceu para me ajudar no que eu precisasse. A partir de então, minha vida deu um salto”, relata. O projeto rendeu ao músico o 19º Prêmio da Mú­sica Brasileira, na categoria melhor cantor de música regio­nal. Mais tarde, em 2011, ele deu voz ao frevo, com o CD “Tem Frevo Na Latada”, provan­do sua pluralidade musical. “Re­sisti um pouco, pois tinha me­do de confundir meus fãs. Ho­je, me sinto altamente frevis­ta. Sou eclético, porque canto aquilo que me fascina”, confidencia.
 
Saiba mais
 
INÍCIO – O primeiro show da carreira profissional de Josildo aconteceu no restaurante “Rei do Cangaço”, que pertencia a Fábio Cabral, dono da Passa Disco. O estabelecimento se localizava próximo à Galeria Sítio da Trindade, onde o músico comemora seus 15 anos de trajetória.
 
PRÊMIOS – O músico foi bicampeão do Concurso de Frevos do Galo da Madrugada, em 2012 e 2013.
 
COLETÂNEA  – O box comemorativo “Cantando Para o Mundo”, é o primeiro da coletânea “Já Tem Pernambucano Forrozando Para O Mundo” – uma série de reedições organizada pela Passa Disco. 
 
FUTURO – Josildo já planeja gravar um novo CD, em outubro, e lançar turnê, em novembro. 
Com Daniel Medeiros 
Na Folha de Pernambuco

Foto: Jorge Farias