Luciana: BNDES é estratégico para retomada do crescimento no Brasil

Luciana: BNDES é estratégico para retomada do crescimento no Brasil

Na manhã desta quarta-feira (8), a deputada Luciana Santos recebeu em seu gabinete, em Brasília, o presidente da associação dos funcionários do BNDES, Thiago Mitidieri. Durante o encontro conversaram sobre o impacto do desmonte dos bancos públicos na vida dos servidores e sobre o papel dos bancos públicos para o desenvolvimento nacional.

Nas últimas duas semanas a imprensa vem noticiando uma mudança na metodologia de cálculo da taxa de juros de longo prazo (TJLP). Trata-se de uma mudança na precificação do crédito do BNDES, com impactos significativos sobre o Banco e sobre o investimento em capital fixo no Brasil. Um comunicado da Associação dos Funcionários do BNDES (AFBNDES) explica que a mudança basicamente consiste em que a TJLP flutuará como uma taxa de juros de mercado, mais especificamente a taxa de juros de títulos do governo federal de “longo prazo” (NTN-B de cinco anos). A associação denuncia que a proposta está em estado adiantado de elaboração, e que há informações de que um projeto de lei está para ser encaminhado ao Congresso Nacional.

Os funcionários do BNDES, de acordo com Mitidieri, estão discutindo estas mudanças planejadas na metodologia de cálculo da TJLP baseados em três questões: a transparência na relação entre a diretoria e o quadro funcional; a natureza da proposta de precificação da TJLP e a natureza da luta em defesa do BNDES. Eles reivindicam que haja mais diálogo com o quadro funcional e que a proposta possa ser avaliada numa perspectiva mais ampla, buscando captar as consequências das mudanças propostas que podem, inclusive, mudar o papel de incentivo e indução ao setor privado onde os benefícios sociais são maiores que o provado, que se atribuiu até hoje à TJLP.

Para a deputada Luciana Santos as questões são legítimas e urgentes, sobretudo no que diz respeito a luta em defesa do BNDES como conquista do povo brasileiro. Ela acredita que é preciso evitar o esvaziamento deste importante banco público que tem se destacado como estruturante indutor do desenvolvimento nacional. “O BNDES é um patrimônio do povo brasileiro e é estratégico para a superação da crise que o país enfrenta. Nosso mandato estará focado nesse debate e no âmbito do Congresso Nacional queremos discutir e aprofundar essa questão”, disse.

A parlamentar solicitou estudos aos consultores da Casa e deve solicitar uma audiência pública para debater o assunto nas comissões temáticas da Câmara.

De Brasília;
Ana Cristina Santos