Luciana defende participação nas manifestações a favor do mandato da presidenta Dilma

Luciana defende participação nas manifestações a favor do mandato da presidenta Dilma

14794045342 a09627f6c3 z

A deputada Luciana Santos, presidenta nacional do PCdoB, participa em Recife das manifestações convocadas para esta quinta-feira, 20 de agosto. As atividades estão sendo convocadas em todo o país por entidades dos movimentos sociais, com apoio de partidos políticos, em defesa dos direitos sociais, da liberdade e da democracia e por saídas populares para enfrentar a crise econômica mundial que atingiu o Brasil. 

“Queremos discutir um pacto e uma agenda para o Brasil. Num momento de crise no mundo nós precisamos nos posicionar e por isso estaremos nas ruas de todo o Brasil neste dia 20 de agosto”, explica Luciana.

O ato acontece na Praça do Derby, às 17h, com concentração a partir das 15h e está sendo convocado por entidades dos movimentos sociais, a exemplo da União Nacional dos Estudantes (UNE), e por entidades sindicais como CUT e CTB. No total 15 entidades assinam o manifesto que se posiciona em defesa reformas populares, contra o retrocesso e o ataque aos direitos conquistados e contra o ajuste fiscal. “Ao invés de atacar direitos trabalhistas, cortar investimentos sociais e aumentar os juros, defendemos que o governo ajuste as contas em cima dos mais ricos, com taxação das grandes fortunas, dividendos e remessas de lucro, além de uma auditoria da dívida pública”, diz trecho do manifesto.

Para Luciana o momento é de resgatar e garantir as conquistas alcançadas no ciclo político iniciado pelo ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva em 2003 e continuado pela presidenta Dilma. “Desafio a quem quer que seja a dar um número de qualquer indicador social do Governo de Fernando Henrique que seja melhor quando comparado com o tempo do ciclo político progressista que vivenciamos no Brasil atualmente”, diz a deputada. Em sua página na internet a deputada realizou recentemente uma campanha com 20 motivos para ir às ruas dia 20, onde elencou alguns indicadores sociais nas áreas de saúde, educação, inclusão social e economia, entre outros.

A parlamentar ressalta que o momento não é de disputa eleitoral. “Nós não estamos debatendo a disputa eleitoral porque ela se deu ano passado. Tivemos forças políticas vitoriosas no processo eleitoral de 2014 e quem quiser outro resultado que vá para as urnas, que vá disputar o voto; o que nós queremos agora é discutir um pacto e uma agenda para o Brasil. Num momento de crise no mundo como o que vivenciamos agora nós precisamos nos posicionar”, destaca.

A deputada acredita que a participação das manifestações a favor da democracia são fundamentais. “Com as políticas de inclusão e acesso deste ciclo político estamos dialogando com o futuro. Então nas manifestações desta quinta-feira (20) esperamos levar essas considerações para as ruas, fazer o bom debate, mostrar que o Brasil traçou bons caminhos nos últimos 13 anos e que pode avançar ainda mais na defesa dos direitos sociais, da liberdade e da democracia e do desenvolvimento nacional”.

“Neste dia 20 nós vamos às ruas, vamos nos mobilizar do jeito que é a nossa cara, do jeito que a gente sempre fez: com alegria, com irreverência, sem ódio, sem intolerância e sem medo”, completa.

De Brasília;
Ana Cristina Santos