Luciana discute medidas de enfrentamento à seca em Custódia

Luciana discute medidas de enfrentamento à seca em Custódia
thumbnail_1368564652.jpg

thumbnail_1368564652.jpg

A audiência pública na cidade do sertão pernambucano contou também com a presença de representantes do DNOCS, BNB e Compesa

resize_1368564652.jpg

O Nordeste enfrenta uma das maiores estiagens dos últimos 50 anos. A paisagem mudou. Quem segue em direção ao interior de Pernambuco já enxerga as marcas do longo período de estiagem ainda no início da região agreste: vegetação seca, gado magro, áreas de plantio devastadas.  A Secretaria da Agricultura contabiliza até o momento a perda de cerca de um milhão de cabeças de gado em decorrência do período de seca.
 
Com o intuito de debater medidas de enfrentamento e os efeitos da estiagem no município de Custódia, sertão do estado, a deputada Luciana Santos participou de uma audiência pública na Câmara de Vereadores da cidade, na manhã desta segunda-feira (13/05). 

""
 

 “Os pequenos produtores da região dependem de sua produção principalmente para a subsistência de suas famílias. Não apenas a economia que é atingida pela seca. Inúmeras famílias são colocadas em risco e precisam de apoio para viver com dignidade”, declarou a deputada. 
 
Recebida pelo prefeito de Custódia, Luiz Carlos, e pelos vereadores Roni Barbalho e Ivanildo Luiz da Silva, a deputada destacou as ações federais para reduzir os danos da estiagem “Precisamos juntar esforços no sentido de prover as medidas estruturantes e intervenções que viabilizem os recursos hídricos” enfatizou a deputada se disponibilizando à intermediar o diálogo com os governos estadual e federal.
 
Também participaram da audiência representantes do Departamento Nacional de Obras Contras as Secas (DNOCS), da Compesa, do Nordeste do Brasil (BNB), peças importantes para a viabilização de recursos para as regiões que sofrem com a seca. 
 
 
Do Recife, 
Desirée Machado