Luciana e Ministério da Cultura discutem fortalecimento dos Pontos de Cultura

Luciana e Ministério da Cultura discutem fortalecimento dos Pontos de Cultura

A deputada Luciana Santos recebeu na tarde desta terça-feira (23), em Brasília, a visita de Ivana Bentes e Alexandre Santini, respectivamente secretária e diretor da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura (MinC). Durante o encontro conversaram sobre a importância de fortalecer a ação parlamentar em defesa do programa Cultura Viva, entre outras ações do Ministério.

Luciana, quando presidenta da Frente Parlamentar em Defesa da Cultura, realizou a campanha Parlamentar Amigo da Cultura, uma ação de estímulo à destinação de emendas e fortalecimento das pautas do setor. “Valorizar a Cultura e estabelecer um marco legal que garanta essa valorização é fundamental para nossa autonomia, para a autoestima do nosso povo, para qualificação da educação e desenvolvimento das nossas potencialidades”, defende Luciana.

De acordo com Ivana Bentes essa atuação foi determinante para o avanço do marco legal que reconhece os pontos de cultura. Ela ressaltou que como membro da Frente Parlamentar e vice-presidente da Comissão de Cultura, Luciana pode dar grande contribuição ao trabalho que vem sendo executado pelo MinC.

Luciana informou que apresentou proposta de debate no âmbito da Comissão de Cultura sobre a importância do Maracatu como patrimônio cultural do povo brasileiro e que realizará audiências públicas sobre o tema. Para Alexandre Santini essa pode ser uma boa oportunidade para desenvolver uma atividade conjunta, onde possa acontecer atos de auto declaração dos Pontos de Cultura, com o objetivo de fortalecer esses espaços como incentivadores e multiplicadores da produção cultural do país.

“Reconhecer aquilo que já é produzido e praticado por milhares de brasileiros, que através das suas histórias conseguem produzir toda essa riqueza cultural, é um dever do Estado. Nosso país é muito rico e ainda conhecemos pouco dessa multiplicidade, por isso as políticas públicas devem existir no sentido de suprir essa lacuna”, defende Luciana.

As datas das audiências públicas solicitadas por Luciana para debater o Maracatu serão definidas pela Comissão de Cultura. Até lá o mandato continuará dialogando com o MinC no sentido de estreitar a relação e contribuir com a pauta da Cultura nacional.

De Brasília;
Ana Cristina Santos