Luciana manifesta solidariedade a Kleber Mendonça Filho

Luciana manifesta solidariedade a Kleber Mendonça Filho

A deputada Luciana Santos manifestou solidariedade ao cineasta pernambucano Kleber Mendonça Filho, diretor do filme Aquarius. Através de uma denúncia anônima, o Ministério Público Federal abriu ação civil contra o cineasta pernambucano, por conta de supostas irregularidades envolvendo a captação de recursos para o filme Aquarius. Sucesso em Cannes, o filme se tornou símbolo de denúncia contra o golpe parlamentar.

O advogado do cineasta, Aristóteles Camara, explica que a ação é fruto de uma denúncia mal formulada e com base em fatos inverídicos e que está tranquilo porque acredita que o processo será arquivado. “Há um erro grave no processo. O filme não está na Lei Rouanet, mas na Lei de Audiovisual. Não há impedimento para que esses recursos sejam contratados. Não há vedação legal”.

Para Luciana “é absurda a investigação aberta contra Kleber Mendonça Filho, baseada em denúncia anônima e em fatos inverídicos, conforme evidenciado por Aristóteles Cunha, advogado do cineasta. Aquarius é um filme de qualidade reconhecida internacionalmente e marca um período de resistência e protesto do mundo cultural, do cinema nacional, e do povo brasileiro, contra o golpe dado na democracia no ano de 2016″.

“Está claro nesse ato a perseguição àqueles que levantam crítica ao governo ilegítimo, seja pela forma acintosa e antidemocrática pela qual tomou o governo brasileiro, seja pelo descaso e desrespeito frequentes à cultura e às políticas públicas de incentivo cultural em nosso país. Toda solidariedade a Kleber Mendonça Filho, cujo trabalho merece o reconhecimento e o aplauso de todos nós”, completa a parlamentar, que faz parte da Comissão de Cultura da Câmara e em 2017 deve reassumir a presidência da Frente Parlamentar em Defesa da Cultura.

Do Recife;

Ana Cristina Santos