Em Audiência Pública Luciana condena o desmonte dos Correios

Em Audiência Pública Luciana condena o desmonte dos Correios
Foto: Rodrigo Barradas/Assessoria

Luciana esteve presente na manhã de hoje (5), em audiência pública na Assembléia Legislativa de Pernambuco, sobre o desmonte nos Correios. Políticos, entidades do órgão e ativistas, dizem que o atual governo pretende demitir em torno de 25 mil funcionários, além de fechar agências pelo país.

No ato, que aconteceu por requerimento do deputado estadual Waldemar Borges, e contou com a parceria de Luciana e a presença de funcionários do órgão, o professor Igor Venceslau, mestre em Geografia Humana pela USP e pesquisador da área, apresentou estudo que comprova que os Correios é uma empresa lucrativa e que sua privatização ameaça principalmente o atendimento às áreas que estão longe dos grandes centros urbanos.

Segundo o professor, “hoje os Correios atende 100% dos municípios brasileiros, e como já ocorre em outros países, as empresas privadas de logística tendem a só investir no que consideram lucrativo, nesse caso os grandes centros urbanos e as áreas ao seu redor, deixando as regiões mais afastadas e isoladas, sem atendimento.”

Para Luciana, não há como dissociar o que pretendem fazer com os Correios, da agenda ultraliberal que está sendo imposta pelo governo ilegítimo de Michel Temer. “Assim que a presidenta Dilma foi afastada, o discurso era o de que o Brasil estava atolado em corrupção, que perdia a confiança do mercado. Um ano depois, o que estamos assistindo é mais corrupção, sem expectativa para a retomada de confiança do mercado, mais empobrecimento e mais instabilidade política”, disse.

“Temos que agir com urgência, a fim de evitar que mais uma empresa que é patrimônio nacional, seja desmontada. Portanto, companheiros e companheiras, firmes na luta”, finalizou. Luciana tem se mantido em contato com os funcionários dos Correios, discutindo as possíveis soluções. Ela participou de audiência pública com o mesmo tema na Câmara, em Brasília, no último dia 20.

Do Recife,
Rodrigo Barradas.

Veja mais