Luciana ressalta importância do setor sucroalcooleiro para a economia nacional

Luciana ressalta importância do setor sucroalcooleiro para a economia nacional
Setor Sucroalcooleiro - Luis Macedo

Setor Sucroalcooleiro - Luis Macedo

A Câmara dos Deputados realizou na última quarta-feira (10) Comissão Geral para discutir a crise do setor sucroalcooleiro. A deputada Luciana participou da sessão e enfatizou que este é um debate é estratégico para a economia e para o desenvolvimento regional.

Luciana salientou que a cultura da cana-de-açúcar tem importância histórica e econômica para a região Nordeste e de modo especial para Pernambuco, que experimenta o desenvolvimento de uma nova matriz econômica que se apresenta com muita força devido ao enfrentamento da política da desigualdade regional, iniciada pelo ciclo político do Presidente Lula. “Hoje, o Estado de Pernambuco insere-se na atividade automobilística, na indústria da transformação, como o setor naval, e em novas economias, mas, sem dúvida, a economia da cana-de-açúcar, do setor sucroenergético, do setor sucroalcooleiro, sempre será contemporânea, em função inclusive do debate que há no país sobre a necessidade de termos, em plena crise energética, soluções e alternativas para poder fazer valer uma nova diversidade da matriz energética do nosso País”, explicou.

A deputada salientou que a biomassa é uma matriz energética importante, responsável inclusive por 3% da matriz energética nacional. “É, portanto, uma atividade econômica contemporânea, com um valor extraordinário. Aliás, aprendi isso com o saudoso Miguel Arraes, que foi nosso Governador, foi funcionário de carreira do IAA — Instituto do Açúcar e do Álcool e sempre deu grande importância a essa atividade econômica”.

Os trabalhos da Comissão Geral foram presididos pelo deputado alagoano JHC, autor do requerimento. Ele lembrou que a deputada Luciana é a relatora da Subcomissão Especial do Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Região Nordeste e reafirmou a disposição de parceria para o trabalho nessa área. “Pode ter certeza de que o nosso Nordeste está guardado aqui no nosso coração, e que não mediremos esforços para diminuir as desigualdades lá existentes”, ressaltou.

De Brasília;
Ana Cristina Santos

Foto: Luís Macedo/Agência Câmara

Leia também:

Debatedores: política energética do governo resultou em crise no setor sucroalcooleiro
Trabalhadores e industriais pedem ajuda do governo ao setor sucroenergético