Na Câmara Luciana defende luta dos professores pelos piso salarial

Na Câmara Luciana defende luta dos professores pelos piso salarial

Terceirização

A luta dos professores pelo cumprimento da Lei do Piso Salarial foi tema de pronunciamento da deputada Luciana Santos nesta terça-feira (5), em Brasília. “Nas comemorações do 1º de maio Pernambuco tomou conta das ruas, participando dessas manifestações contra a terceirização da atividade-fim e também acompanhando a grande mobilização que há: a paralisação de professores em vários estados brasileiros, exatamente cobrando aquilo que foi votado nesta Casa, que é o piso nacional dos professores do nosso país”, iniciou.

A deputada enfatizou que quando há diálogo e vontade política é possível construir um entendimento e que considera justa a reivindicação de aumento de 13,01%. “Em minha cidade, Olinda, por exemplo, o Prefeito Renildo Calheiros, atendendo a essa legislação de garantir o piso nacional, valorizando os professores, já aprovou o aumento de 13%. E nós esperamos que cheguemos a um entendimento também no Estado de Pernambuco”, disse.

Luciana também falou sobre o ataque aos professores do Paraná, cuja violenta repressão da Polícia Militar aos professores e servidores públicos em greve, ocorrida na última quarta-feira (29) em Curitiba (PR) por ordem do governador Beto Richa (PSDB), deixou mais de 200 feridos.

“Mas é preciso, ao mesmo tempo, registrar que esse tipo de entendimento e de diálogo não acontece em todo o País. Ao contrário, no Estado do Paraná, nós assistimos com indignação a um ataque aos professores, numa atitude autoritária que vai na contramão de tudo que há hoje no Brasil que é a pactuação, a construção política que precisamos ter”.

Para concluir seu pronunciamento Luciana reafirmou que acredita na vitória da luta dos professores em todo o país. “Quero aqui me solidarizar mais uma vez com a luta dos professores nacionalmente e quero dizer que estamos à disposição para que o diálogo avance e a gente possa escrever novas páginas para a educação brasileira. Quando nós tratamos da valorização dos professores, nós estamos valorizando a educação no nosso país”, concluiu.

De Brasília;
Ana Cristina Santos

Foto: Gustavo Lima/Agência Câmara