Olinda em Preto e Branco por Alcir Lacerda

Olinda em Preto e Branco por Alcir Lacerda
thumbnail_1363186832.jpg

thumbnail_1363186832.jpg

Grande fotógrafo pernambucano tem obra exposta até o dia 27 no Palácio dos Governadores, sede da Prefeitura de Olinda

resize_1363186832.jpg

Mestre da fotografia em preto e branco e de várias gerações de fotógrafos, Alcir Lacerda é homenageado com a exposição Olinda em preto e branco. Trinta imagens trazem a visão apaixonada de seu Alcir, como era conhecido, da cidade de Olinda.

""
 

Igrejas, ruas e ladeiras do síitio histórico, as praças, as praias, o dia a dia de Olinda nas décadas de 60, 70 e 80 foram retrados de forma peculiar pelo fotógrafo. A seleção das imagens foi feita pelo próprio Alcir Lacerda antes de sua morte, em setembro de 2012. 

""
 

A exposição faz parte das atividades em comemoração aos 478 anos de Olinda e pode ser conferida no Palácio dos Governadores, sede da Prefeitura até o dia 27.  A entrada é gratuita.
 
Um pouco de Alcir Lacerda
 
Nascido em São Lourenço da Mata,  Alcir Lacerda cresceu no bairro de Caxangá, no Recife. Fascinado pela fotografia, iniciou a carreira em 1942, com uma câmera Rolleiflex emprestada. Trabalhou como free lancer para  jornais  e revistas do estado e nacionais como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Estado de São Paulo,revistas  Veja e Manchete. Suas lentes resgistraram  momentos históricos do cenário Pernambucano, como o Golpe Militar de 1964, a  desnutrição infantil na Zona da Mata  e uma das maiores enchentes do Rio Capibaribe (1975), da qual foi uma das vítimas ao perder um acervo de revistas. Foi também vítima da repressão militar, tendo todo seu material apreendido ao fotografar a seca. Em 1957 fundou o estúdio Acê Filmes que ganhou  destaque pelo avanço tecnológico dos equipamentos, e manteve um dos cursos de fotografia mais prestigiados do Recife. 

""

Serviço
Alcir Lacerda, Olinda em preto e branco
Quando: Até dia 27 de março
Onde: Prefeitura de Olinda (Rua de São Bento, nº 123)
Entrada gratuita

""

De Recife, 
Desirée Machado

fotos: Internet e Divulgação