Recife Vermelho: Pernambucanos dizem não ao golpe

Recife Vermelho: Pernambucanos dizem não ao golpe

 

“Pernambuco da Revolução Praieira, das Mulheres de Tejucupapo, e da Revolução Pernambucana, se agiganta na hora de defender a democracia…” começou assim a sua fala a deputada federal e presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos, numa das maiores manifestações de rua que o Recife já viu. Pouco antes das 15h, a Praça do Derby começou a receber pernambucanos e pernambucanas de várias cidades para o ato nacional em defesa da democracia e dos direitos sociais, convocado pelos movimentos sociais e instituições partidárias integrantes da Frente Brasil Popular.

No meio do povo, entre alfaias, faixas e cartazes feitos na hora, era possível perceber pessoas de distintas classes sociais e diferentes motivações para o ato. Alguns pediam a cassação do mandato do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, outros o fim da concessão pública da TV Globo, e muitos questionavam as injustas ações da operação Lava Jato, e de seu principal representante o juiz Sérgio Moro. Além disso, uma imensa maioria defendia o ministro Lula e a presidenta Dilma.

Recife_18_março

Deputada Luciana foi recebida com festa pelos manifestantes. Foto: João Paulo Seixas

“Não vai ter golpe!”, “O povo não é bobo, abaixo a Rede Globo!”, “Fora Cunha!” eram alguns dos principais gritos que dominaram – e se multiplicavam em um uníssono – na principal avenida do Centro do Recife. A Av. Conde da Boa Vista ficou tomada por milhares de pessoas que não aceitam as reações de parte da sociedade brasileira ao atual momento político do país, uma clara e altiva resposta às últimas manifestações do dia 13 de março e aos atentados ao Estado Democrático de Direito que o Brasil vem passando nos últimos dias em várias cidades.

“Para além da defesa do Partido dos Trabalhadores, do governo da presidenta Dilma, e do ministro Lula, o que se está defendendo aqui é a democracia, isso tá muito claro nas ruas. Estamos defendendo um legado, um projeto político e muitas conquistas que foram garantidas pelo povo brasileiro”, disse Luciana de cima de um pequeno trio-elétrico que percorreu todo o percurso, até a Praça da República.

Avenida Conde da Boa Vista. Foto: Aldo Carneiro

Avenida Conde da Boa Vista. Foto: Aldo Carneiro


A Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) divulgou que cerca de 15 mil pessoas participaram da manifestação, os coordenadores da Frente Brasil Popular anunciaram que aproximadamente 200 mil pessoas estiveram envolvidas com o ato de alguma forma, durante o percurso. “”Pernambuco mais uma vez disse pra que veio. Demonstrou ao Brasil que tem espírito de luta e que não vai aceitar nenhum tipo de golpe…” comentou a presidente nacional do PCdoB.

Do Recife;

João Paulo Seixas