Retrospectiva 2016 – Luciana repudia fusão de ministérios da CT&I e das Comunicações

Retrospectiva 2016 – Luciana repudia fusão de ministérios da CT&I e das Comunicações
Ciência e Tecnologia discute consequências da fusão dos ministérios de CT&I e Comunicações

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) da Câmara dos Deputados discutiu em audiência pública a fusão dos Ministérios da Ciência e Tecnologia e das Comunicações. O debate atendeu requerimento dos deputados Sibá Machado (PT/AC) e Luciana Santos (PCdoB/PE).

Para a deputada Luciana Santos os dois ministérios são muito importantes, mas tem atribuições completamente diferente. Ela acredita que a medida “é um retrocesso sem precedentes para a política de ciência e tecnologia no Brasil. É uma das mais infelizes medidas do interino Temer”, disse. A parlamentar argumentou que essa decisão vai na contramão do que se discute no mundo inteiro, que vem privilegiando a ciência, a tecnologia e a inovação como alternativas para o desenvolvimento da economia, para superação das desigualdades regionais e para a inclusão social.

Representação do MCTC no NE

Luciana também repudiou o fechamento da representação do Ministério da Ciência, tecnologia e Inovação no Nordeste (ReNE), órgão que nos últimos 10 anos atuou como indutora de novas tecnologias de caráter estratégico para o Nordeste. “Um país que abre mão da pesquisa em C&T e se nega a constituir um projeto nacional de desenvolvimento está fadado a se manter na periferia, consumindo tecnologia produzida por países desenvolvidos”, expressou em artigo conjunto com o professor José Antônio Aleixo, da UFRPE.

A temática será discutida em audiência pública na CCTCI. O requerimento da deputada Luciana para realização do debate foi aprovado por unanimidade.

Do Recife;

Ana Cristina Santos

Foto: Richard Silva/ PCdoB na Câmara