Seminário discute desafios da formação artística e cultural

Seminário discute desafios da formação artística e cultural

O Ministério da Cultura realiza até o próximo dia 3 de dezembro, em Brasília, um seminário nacional para discutir a formação artística e cultural no Brasil. A deputada Luciana Santos esteve na abertura do encontro, nesta terça-feira (1/12), onde destacou a importância dos marcos legais no estímulo à formação cultural nas escolas, a exemplo da obrigatoriedade do ensino de artes e da história africana.

Luciana relatou sua experiência como prefeita de Olinda no campo da valorização do profissional das artes para uma formação plural e ilustrou como o investimento na área transformou a Escola de Música de Olinda na segunda melhor do estado. A parlamentar comentou, ainda, sobre o período de intolerância que o país vive e ressaltou que os brasileiros não podem e não devem aceitar retrocessos no campo artístico e cultural, arrancando aplausos dos presentes.

Durante o ato, que também contou com as presenças da líder do PCdoB, Jandira Feghali, da secretária de Educação e Formação Artística e Cultural do Ministério da Cultura (MinC), Juana Nunes, e do secretário municipal de Educação de Palmas, Danilo Melo; o ministro da Cultura Juca Teixeira, disse que o encontro marca o momento de fundação de uma política nacional de educação e formação artística e cultural, área na qual o Estado ainda é muito ausente. O desafio, afirmou Juca Ferreira, é criar um sistema educacional criativo, que respeite o talento e potencialize a incrível capacidade brasileira de inventar processos de tratamento das linguagens artísticas.

A secretária Juana Nunes destacou que o grande objetivo de sua secretaria e também do encontro é aproximar os campos e as práticas da cultura e da educação, construindo uma rede e uma política pública específica desse setor que contemple todo o Brasil. Nesse sentido, convidou todos os presentes ao engajamento nessa frente para combater a descontinuidade da formação artística, tornando-a política de Estado.

“O que a gente quer é construir uma ação sistêmica, onde o Ministério da Educação, da Cultura, a Funarte, em diálogo com as secretarias municipais e estaduais tenham seu papel. Ou seja, uma política de Estado para formação artística que garanta o direito pleno da população brasileira de ter acesso, usufruir e produzir cultura da cultura no Brasil”, resumiu.

Encontro

O I Seminário Nacional de Formação Artística e Cultural é organizado pela Secretaria de Educação e Formação Artística e Cultural (Sefac) do MinC e acontece entre os dias 1 e 3 de dezembro na Funarte e na Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello – Clube do Choro, em Brasília. Com mais de 800 inscritos, o evento reúne, sobretudo, representantes de escolas de artes, centros de formação, universidades, institutos federais, além de artistas e gestores de educação e cultura.

De Brasília;
Ana Cristina Santos
Com Ministério da Cultura

Foto: Vitor Vogel