XIV Fenearte presta homenagem às mulheres rendeiras

XIV Fenearte presta homenagem às mulheres rendeiras
resize 1373045715

resize 1373045715 A abertura oficial contou com a presença de mais de 15 mil pessoas circulando pela feira que segue até o dia 11 deste mês.

resize 1373045715


Artesanato, decoração, moda, música, gastronomia regional e a tradição de outros países estão dispostos em uma área de 29 mil metros quadrados no Centro de Convenções em Olinda. Este é o cenário da XIV Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte) que abriu suas portas nesta quinta-feira (04) e segue até o próximo dia 11. 

abertura2
Abertura – mais de 15 mil pessoas no primeiro dia de feira | Foto: Divulgação

Nesta edição, as Mulheres Rendeiras são as grandes homenageadas e ganharam uma área especial. Na  galeria estarão expostas peças de acervos diversos das rendas renascença, irlandesa, tenerife, bilro, frivolité, singeleza, labirinto, grampada e macramê. Desde o produto final, como passadeiras, toalhas e outras criações, até os insumos de trabalhos como linhas, agulhas, riscos, almofadas e bastidores poderão ser vistos. O toque especial fica por conta da presença das mulheres rendeiras, no espaço, demonstrando sua arte ao público e preservando nossa identidade cultural.

donaclebia-pesqueira -lu1
Dona Odete Cavalcanti Maciel, rendeira de Pesqueira, é uma das homenageadas na Alameda Mulheres Rendeiras

Com investimento de R$ 4,8 milhões, a estimativa é movimentar acima de R$ 40 milhões em negócios e receber um público superior a 300 mil pessoas durante os seus onze dias de realização.
Com mais de 5 mil expositores, ocupando 800 espaços em uma área de 29 mil m², esta edição homenageia o talento das mulheres rendeiras que,  ao tecer o seu dia a dia com a delicadeza dos fios, mantêm viva a tradição do ofício, repassando-o para diversas gerações.

luciana renildo thiagoamorim fenearte 2014
Thiago Amorim, artista plástico de Olinda, recebe a visita da deputada Luciana e do prefeito Renildo

A programação inclui ainda palestras, shows, desfiles e oficinas para o público. Saiba mais

Estatuto do Artesão

Atendendo requerimento da deputada Luciana Santos, na próxima terça-feira (09) a Comissão de Cultura chega em Pernambuco para discutir a profissão e o Estatuto do Artesão. A sessão acontecerá no Teatro do Brum, no Centro de Convenções de Pernambuco, a partir das 9h. Participarão do debate a secretária de Economia Criativa do Ministério da Cultura, Cláudia Sousa Leitão; a organizadora da Fenearte e primeira-dama de Pernambuco,  Renata Campos; vice-presidenta da Confederação Nacional dos Artesãos, Isabel Gonçalves; e o ministro-chefe da Secretaria da Microempresa, Guilherme Afif Domingos; e a presidente da Frente em Defesa da Cultura,  deputada federal Luciana Santos.

Para a deputada, que é relatora do Estatuto do Artesão, a reunião será fundamental para garantir que seu relatório atenda às expectativas e necessidades dos artesãos e contribua para uma política nacional de valorização da atividade artesanal como bem cultural e de efetivo potencial econômico. “Queremos tornar o projeto de lei mais consistente com as contribuições daqueles que vivem e trabalham nessa cadeia produtiva que é tão promissora e que envolve tanta gente no nosso país”, defendeu.

Saiba mais sobre conjunto de projetos ligados à regulamentação da profissão e da atividade do artesão aqui

De Recife,
Desirée Machado