A primeira eleição global? – REVOLUÇÃO Marginal

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


Esse é o tópico da minha última coluna da Bloomberg, aqui está a parte final:

Que tipo de barganha é o país para que a eleição dos EUA seja objeto de tanto interesse global? Nós, americanos, podemos ficar lisonjeados com a atenção, mas não está claro que seja uma coisa tão boa. Por um lado, dá aos estrangeiros um incentivo maior para tentar manipular as eleições nos Estados Unidos.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Outro possível problema é que as coalizões políticas serão, com o tempo, definidas globalmente, em vez de nacional e localmente. O seu candidato à presidência está atraindo apoio das facções erradas na França, Alemanha ou Sudão do Sul? Por um lado, isso pode ser uma informação útil, mas também pode ser enganosa. Os estrangeiros apoiam os candidatos presidenciais dos Estados Unidos por suas próprias razões, e pode ser distorcido ter tantos partidos externos envolvidos. Foi o que aconteceu nos debates do Brexit, nos quais uma posição pró-Brexit foi (e permanece) muito rapidamente identificada com populismo, antiglobalização e apoio a Trump. O debate sobre o Brexit poderia ter sido mais lógico se fosse mais local.

E se, na próxima eleição presidencial dos EUA, a maior parte do debate na mídia social for entre não americanos? E se grande parte do mundo acabar com um espectro político comum e unidimensional, em vez de cada país ter sua própria política (principalmente) independente? Podemos estar prestes a descobrir.

Vou repetir: o soft power americano está crescendo, não diminuindo.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br
Leia Também  Citações do dia ... - Cafe Hayek

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo