Câmara rejeita denúncia contra Temer

Câmara rejeita denúncia contra Temer

A Câmara dos Deputados rejeitou a denúncia contra o presidente Temer em sessão na noite desta quarta-feira (25). Com 251 votos favoráveis e 233 votos contrários, 25 ausências e 2 abstenções,  foi aprovado o relatório do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB/MG),  que não admite a denúncia apresentada pelo Ministério Público contra o presidente ilegítimo Michel Temer e seus ministros  Eliseu Lemos Padilha e Wellington Moreira Franco, por obstrução da Justiça e formação de quadrilha.

Para aprovar a denúncia a Oposição precisaria de 342 votos. Com o resultado Temer não poderá ser investigado pelos crimes até sair da Presidência da República.

A deputada Luciana Santos foi uma das parlamentares que votou pelo prosseguimento da denúncia e para que Temer fosse processado. Em seu voto destacou:

“Voto não a Temer! Não à impunidade! Não à Liquidação do País! Voto pela coragem e pela esperança! Faz escuro, mas eu canto! Vai ter luta!”

A despeito das provas apresentadas, esta é a segunda denúncia rejeitada pelos deputados. Na primeira denúncia por corrupção passiva, o parecer do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que recomendava o arquivamento da acusação formal feita pela Procuradoria-Geral da República, recebeu 263 votos favoráveis, 227 contrários. Foram registradas 19 ausências e 2 abstenções.

Ao avaliar o resultado da sessão a deputada disse que “É um absurdo o que estamos vivendo nesse país. A votação de hoje foi uma apologia à impunidade e a deslealdade com os interesses do povo brasileiro”.

Conforme orientações de voto das bancadas votaram favoráveis ao relatório: PMDB, PP, PSD, PR, DEM, PTB, PRB, PSD, SD, PSC, PEN. Contra o relatório e pelo prosseguimento da denúncia votaram: PT, PSB, PDT, PCdoB, PPS, PHS, PSOL, Rede. O PSDB, Podemos e PV liberaram suas bancadas.

De Brasília;

Ana Cristina Santos