Campanha Mulher, Tome Partido. Filie-se! é lançada em Brasília

Campanha Mulher, Tome Partido. Filie-se! é lançada em Brasília
thumbnail_1378932442.jpg

thumbnail_1378932442.jpg

“Espero que nesse momento possamos dar início a uma grande campanha para que até 4 de outubro a gente consiga atingir a meta que estabelecemos de filiação”, disse Luciana.

resize_1378932442.jpg

A deputada Luciana Santos participou, na tarde desta quarta-feira (11), do lançamento da campanha “Mulher, Tome partido”, que aconteceu na Câmara dos Deputados, em Brasília. A deputada Jô Moraes, coordenadora da bancada feminina, apresentou o vídeo da campanha que será veiculada nacionalmente em rádio e TV. 
 
O objetivo é aumentar em 20% o número de mulheres filiadas a partidos políticos até o dia 4 de outubro, prazo final de filiação para quem deseja concorrer a um cargo político nas eleições gerais de 2014. Os organizadores da campanha também esperam ampliar em 30% a representação da bancada feminina na Câmara e no Senado no próximo ano.
 
“Espero que nesse momento possamos dar início a uma grande campanha que precisamos realizar em nível nacional, nas TVs, nas rádios, mas principalmente no esforço dos partidos para que até 4 de outubro a gente consiga atingir a meta que estabelecemos de filiação”, iniciou Luciana.
 
“Há necessidade de elevar o nível da consciência política, debater a importância da participação feminina na tomadas de decisão desse país e pra isso é preciso ter mais força, mais poder político e empoderamento, é esse o esforço que estamos fazendo”, argumentou a deputada. 
Veja no vídeo:
 
 
 
A campanha acontecerá em duas etapas. A primeira fase terá inserções publicitárias de abrangência nacional em rádio e televisão. Depois do prazo de filiação, a campanha continua até 30 de junho do ano que vem por meio de ações direcionadas a dirigentes partidários para que as mulheres filiadas realmente registrem candidatura.
 
De acordo com o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 51,5% da população brasileira são mulheres, ou seja, mais de 97 milhões de brasileiras. Mas, nas eleições de 2010, apenas 45 mulheres foram eleitas deputadas federais, representando 8,77% das cadeiras da Casa. No Senado, foram eleitas sete mulheres das 54 vagas preenchidas no Senado naquele ano, o que representou 12,99% do total.
De Brasília;
Ana Cristina Santos

Foto: Richard Silva