Em Brasília a deputada Luciana sai em defesa do Estaleiro Atlântico Sul e articula desoneração da indústria naval

Em Brasília a deputada Luciana sai em defesa do Estaleiro Atlântico Sul e articula desoneração da indústria naval

A desoneração da indústria naval será incluída no relatório do PL 8456/17, que trata da desoneração da folha. A medida é fruto da articulação da deputada Luciana Santos (PCdoB/PE) que tem atuado na Câmara dos Deputados para defender a o Estaleiro Atlântico Sul e a indústria naval. Nesta terça-feira (3) ela se reuniu com o vice-presidente do Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore (SINAVAL), Carlos Eduardo Macedo e com Tanielle Cavalcanti, gerente de RH e Relações Institucionais do Estaleiro Atlântico Sul para conversar com o relator do PL, deputado Orlando Silva (PCdoB/SP).

“A reunião foi para ponderar com o relator que esse é um setor competitivo e que é preciso desonerar a indústria naval para que ela continue sendo sustentável economicamente”, comentou a deputada pernambucana, completando que a revitalização da indústria naval contribuiu significativamente para o desenvolvimento econômico e social do Nordeste, e em especial, de Pernambuco onde se tornou referência em competitividade e excelência operacional.

Luciana defende indústria naval

Após garantir que o relator incorpore em seu relatório a desoneração para a indústria naval, a deputada deve se reunir com o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM/RJ) para que se busque o consenso na votação da matéria. Conversas com as bancadas de Pernambuco, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul também estão previstas, uma vez que o tema além de suprapartidário é de interesse nacional.

De Brasília;

Ana Cristina Santos