Erdogan adverte UE contra ‘interferência’ na Líbia

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br



Erdogan adverte UE contra 'interferência' na Líbia 1

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, criticou a decisão da União Europeia de lançar um esforço marítimo focado na aplicação do embargo de armas da ONU em torno da Líbia.

Erdogan acusou os países que concordaram com a operação de “interferir na região”. Ele também recebeu com satisfação a decisão do governo da Líbia, apoiado pela ONU, o GNA, de se retirar das negociações de paz com o LNA do comandante rival Khalifa Haftar, após um ataque a um porto estratégico da capital do país, Trípoli.

“Quero mencionar especificamente que a UE não tem o direito de tomar nenhuma decisão sobre a Líbia. A UE está tentando se encarregar da situação e interferir ”, afirmou Erdogan em discurso.

No início desta semana, os ministros das Relações Exteriores da UE concordaram em encerrar a Operação Sophia, a missão de vigilância da UE ao longo da costa mediterrânea da Líbia, e lançar um esforço marítimo focado mais na implementação do embargo de armas da ONU em todo o país.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

O LNA é apoiado pelos Emirados Árabes Unidos, França, Rússia e Egito, enquanto o principal apoiador do GNA é a Turquia. Muitas violações do embargo de armas estão ocorrendo por via aérea e terrestre no Egito.

A Operação Sophia foi criada pela primeira vez para acabar com o contrabando de refugiados no Mediterrâneo. Tinha um mandato para fazer cumprir o embargo de armas da ONU na Líbia, mas a missão marítima não conseguiu cumpri-lo.

O chefe da ONU, Antonio Guterres, bem como Stephanie Williams, representante especial da ONU na Líbia, alertaram repetidamente que o conflito deve parar de ser alimentado por intervenção estrangeira, já que os Emirados Árabes Unidos e a Turquia se recusam a parar de armar seus aliados.

Leia Também  Direito das crianças à segurança ambiental

Enquanto isso, as autoridades italianas prenderam o capitão de um navio de carga com bandeira libanesa por suspeita de tráfico internacional de armas. Os promotores italianos disseram que o capitão está sob investigação por supostamente transferir mercadorias militares para a Líbia com oficiais militares turcos ainda não identificados, violando o embargo de armas da ONU.

Erdogan confirmou que a Turquia continuaria ajudando o governo do primeiro-ministro da GNA, Fayez al-Serraj, a “estabelecer domínio” sobre toda a Líbia.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo