Governo sírio se afasta do enclave rebelde de Idlib, apoiado pela Turquia

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


Governo sírio se afasta do enclave rebelde de Idlib, apoiado pela Turquia

Edward Yeranian – Voz da América

CAIRO, EGIPTO – As forças do governo sírio continuam a enfraquecer as forças rebeldes apoiadas pela Turquia no interior do enclave idlib sitiado da Síria, ganhando mais terreno ao longo da estrada estratégica Damasco-Aleppo. Apesar das advertências do presidente turco Recep Tayyip Erdogan e do presidente francês Emmanuel Macron para interromper a ofensiva, o exército sírio parece preparado para capturar outra cidade estratégica.

A TV estatal síria noticiou na quinta-feira que os avanços militares, começando com a recente captura de Maarat Naaman e 22 cidades menores, “provocaram um colapso no moral” entre as forças rebeldes apoiadas pela Turquia na província de Idlib.

As forças militares turcas, que têm 12 postos de observação ao redor do enclave de Idlib, tentaram reforçar posições rebeldes em vários locais estratégicos, incluindo o Aeroporto de Taftenaz, além das cidades de Binesh e Maarat Misreen. As forças sírias estão agora fora da cidade estratégica de Saraqeb e parecem preparadas para levá-la.

Erdogan disse que o avanço do governo sírio causou uma inaceitável “inundação de um milhão [Syrian] refugiados “em direção ao território turco nos últimos dias. Ele exigiu que as forças do governo se retirassem de áreas próximas aos postos de observação do exército turco.

Ele disse que dois dos postos de observação da Turquia – estabelecidos em coordenação com a Rússia no acordo de Sochi – estão agora atrás das linhas do governo sírio. Ele está exigindo que Damasco se retire dessas posições até o final de fevereiro ou a Turquia, ele adverte, tomará medidas militares para forçá-lo a fazê-lo.

Pelo acordo de Sochi, ele se referia a um acordo alcançado no resort russo destinado a desmilitarizar Idlib, o último enclave rebelde restante.

A Turquia concedeu posições do governo sírio nos últimos dias para vingar a morte de mais de meia dúzia de soldados em um ataque do governo sírio nesta semana. Erdogan disse que Ancara retaliaria “sem aviso”.

A mídia árabe informou que uma delegação militar russa estava visitando a capital turca, Ancara, na quinta-feira para discutir a recente escalada de violência na província de Idlib, na qual reconheceu que as forças militares turca e russa foram mortas. O Ministério das Relações Exteriores da Rússia também divulgou uma declaração denunciando o que disse “mais de mil ataques rebeldes contra forças do governo no mês passado”.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

A mídia do governo sírio mostrou vídeo da Turquia movendo caminhões e outros equipamentos militares para a província de Idlib para reforçar sua presença lá.

O enviado dos Estados Unidos na Síria, James Jeffrey, considerou a situação em Idlib “muito séria” e alertou que Washington estava considerando “impor sanções” aos envolvidos na escalada militar.

Jeffrey também disse que “não apenas a Rússia, mas os iranianos e o Hezbollah estão ativamente envolvidos no apoio à ofensiva síria”. O Conselho de Segurança da ONU deveria se reunir para discutir a situação de Idlib ainda na quinta-feira.

Os Estados Unidos cortaram recentemente a cooperação de inteligência com a Turquia, depois que os militares turcos transferiram mais forças para a Síria.

Exército sírio entra na cidade chave enquanto a Turquia reforça suas tropas por Bassem Mroue e Daria Litvinova – Associated Press

Tropas do governo sírio entraram em uma cidade estratégica na última fortaleza rebelde do país na quinta-feira, após ferozes confrontos com combatentes da oposição, mesmo quando a Turquia enviou reforços buscando reduzir a ofensiva, informou a mídia estatal síria.

O impulso das forças do presidente Bashar Assad nas cidades e vilas da província de Idlib, noroeste do país, causou o deslocamento de mais de meio milhão de pessoas em pouco mais de dois meses, agravando um desastre humanitário na região repleto de pessoas deslocadas internamente. Também irritou a Turquia e arriscou um confronto militar entre tropas turcas e sírias.

A cidade de Saraqeb, perto da fronteira com a Turquia, está no centro de intensos combates há dias. Os combatentes da oposição expulsaram soldados do governo que entraram na quarta-feira, enquanto a Turquia enviou novos reforços na quinta-feira e ameaçou usar a força para obrigar as forças sírias a recuar até o final do mês.

A cidade fica no cruzamento de duas principais rodovias, uma ligando a capital Damasco ao norte e outra conectando o oeste e o leste do país…

Leia.

Leia Também  Os pais estão lidando com o gerenciamento financeiro? 7 maneiras de ajudá-los
cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo