Parabeniza audiovisual pernambucano pelo Oscar e pelo Festival de Brasília

Parabeniza audiovisual pernambucano pelo Oscar e pelo Festival de Brasília

 

Senhor Presidente; 
 
É com grande alegria que registro neste plenário a indicação do filme “O som ao redor” como representante brasileiro na disputa pelo Oscar 2014 de melhor filme estrangeiro.   Criativo e original esse é um bom exemplo do excelente momento que vive o audiovisual pernambucano uma produção que nos enche de orgulho e nos garante ânimo novo para continuar nessa luta árdua de garantir mais investimento para fomentar a produção cultural brasileira.
 
Gostaria, em nome da Frente Parlamentar em Defesa da Cultura da qual sou presidenta, de parabenizar o cineasta Kleber Mendonça Filho e toda equipe de “O som ao redor”.  Parabéns Kleber, continuaremos na torcida!
 
Aproveito a oportunidade, senhor presidente, para parabenizar os premiados no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, e em especial ao cineasta Tiago Campos, premiado no Festival pelo documentário O mestre e o divino, que conquistou também os prêmios de melhor montagem e trilha sonora;  a Maeve Jinkins, melhor atriz; Nash Laila, melhor atriz coadjuvante e Dani Vilela, premiada em direção de arte, as três pelo longa-metragem de Renata Pinheiro, Amor, plástico e barulho. 
 
E ainda Rita Carelli por sua atuação no curta-metragem de ficção Au revoir, que marca a estreia de Milena Times na direção. A obra também ficou com o Candango de direção de arte para Thales Junqueira.
 
Também Miguel Arraes, melhor ator em curta de ficção por Todos os dias em que sou estrangeiro, de Eduardo Morotó e Getsemane Silva, que ganhou  o Troféu Câmara Legislativa, por Plano B. 
 
Foram 10 prêmios para o cinema pernambucano, senhor presidente, o que nos enche de orgulho e alegria. Gostaria então de fazer esse registro e parabenizar a todos esses indispensáveis construtores da arte e perpetuadores da cultura. 
 
Obrigada.