Planejamento para cegamento eficaz | NCCIH

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


O rigor na concepção e realização de pesquisas biomédicas e a capacidade de reproduzir as descobertas são as principais prioridades dos Institutos Nacionais de Saúde (NIH). A iniciativa de se concentrar no rigor e na reprodutibilidade de estudos clínicos e pré-clínicos está resumida em um artigo de 2014 no Natureza pelo diretor e vice-diretor principal do NIH, Dr. Collins e Dr. Tabak. Além disso, um portal da NIH oferece princípios, diretrizes, quatro módulos de treinamento e outros recursos.

No Centro Nacional de Saúde Integrativa e Complementar (NCCIH), um aspecto do planejamento e implementação da pesquisa clínica que frequentemente discutimos com beneficiários e candidatos é cegante, também chamado de mascaramento. Por fim, seus objetivos são minimizar o potencial de introdução de viés nos resultados do estudo e maximizar a objetividade dos resultados, pré-clínica ou clínica. O viés pode ser introduzido em um estudo pelos investigadores, outro pessoal do estudo e / ou participantes do estudo. Muitas pessoas estão familiarizadas com projetos de um ou dois cegos, mas manter as cegas durante um estudo requer um planejamento cuidadoso.

Quando conversamos com os pesquisadores sobre cegar, aqui estão alguns pontos que costumam surgir:

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br
  • Muitos dos estudos do Centro não são totalmente cegos porque não são viáveis. Por exemplo, se você deseja estudar meditação ou massagem, é provável que os pacientes saibam qual intervenção estão recebendo (ou seja, ativos ou controle). No entanto, isso não significa que sua equipe de estudo não deve se esforçar para garantir que a maioria da equipe permaneça cega e que os dados sejam cuidadosamente coletados e gerenciados.
  • O estudo ofuscante envolve muito mais do que apenas o conhecimento da atribuição individual de tratamento aos participantes. Outro aspecto importante diz respeito a quem fará suas avaliações de resultados. Esse deve ser um observador objetivo e cego, e não o membro da equipe que realizou a intervenção.
  • Depois de coletar os dados ocultos, a forma como você lida com os dados também é importante – por exemplo, as pessoas que deveriam estar cegas não devem ter acesso aos dados depois de coletados, pelo menos até o término do estudo. A menos que a equipe planeje formalmente uma análise inicial (ou intermediária) antes de iniciar o estudo, a análise de dados não deve ser feita antes do término do estudo.
  • Os periódicos estão prestando muito mais atenção aos detalhes de ocultação em relatórios de estudos clínicos, além de um estudo ser apenas descrito como simples ou duplo-cego.
Leia Também  Remédios homeopáticos para o líquen escleroso

O tópico viés de pesquisa e ofuscamento não é simples, mas é bom falar sobre isso. O NCCIH oferece recursos para ajudá-lo a maximizar o rigor do seu estudo. Primeiro, existe a nossa caixa de ferramentas de pesquisa clínica. Confira os novos materiais em “Recursos para Rigor e Reprodutibilidade”, incluindo dois conjuntos de padrões de pesquisa atuais: (1) uma ferramenta de Colaboração Cochrane, “Avaliando o risco de viés em estudos incluídos” e (2) o site do CONSORT (Normas consolidadas da CON de ensaios de relatórios) 2010. Considero esses recursos padrões muito importantes para estudos clínicos modernos. Além disso, a NCCIH tem funcionários disponíveis para você na Divisão de Pesquisa Extramural, especialistas no planejamento e implementação de estudos clínicos.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo